PR-2

Pró-Reitoria de Pós-Graduação e Pesquisa

Universidade Federal do Rio de Janeiro





Visite Também

Edital para formação de redes de pesquisa em Saúde - FAPERJ divulga o resultado da Etapa 1 do Programa Redes de Pesquisa em Saúde e redes que serão coordenadas por pesquisadores vinculados à UFRJ aparecem nele
09/09/2019

Atualização de 08/11/2019:

FAPERJ divulga o resultado da Etapa 1 do Programa Redes de Pesquisa em Saúde

Lançado no dia 29 de agosto, este programa se destina a propor soluções que integrem pesquisa básica, pré-clínica e clínica, permitindo a formação de redes de pesquisa voltadas para os principais problemas de saúde da população fluminense.

O comitê especial de julgamento, composto por pesquisadores de instituições de outros estados da Federação, examinou os 30 Projetos Iniciais recebidos na Etapa 1 e selecionou 17 redes para apresentação do Projeto Consolidado na Etapa 2, conforme previsto pelas regras do edital. Além disso, recomendou que dois projetos fossem fundidos em uma única rede de pesquisa. Os coordenadores de todos os projetos selecionados receberão da Fundação, por e-mail, as instruções de como proceder a submissão para a Etapa 2.

Das 18 redes formadas, onze serão coordenadas por pesquisadores vinculados à UFRJ, enquanto as demais terão coordenação de pesquisadores da Fiocruz (3), da Uerj, UFF, Inca e do IECPN (Instituto Estadual do Cérebro Paulo Niemeyer). As redes selecionadas se dedicarão a pesquisas que têm como tema principal doenças crônicas, doenças degenerativas, câncer, obesidade, dependência química, resistência a antimicrobianos, doenças negligenciadas, entre outros. Segundo a diretora Científica da FAPERJ, Eliete Bouskela, a ciência e a pesquisa feitas no estado têm muito a contribuir para a melhora das condições de vida do povo fluminense, já que tem excelência reconhecida na área da saúde. "A formação de redes que reúnem os melhores pesquisadores do Estado é a melhor maneira de encontrar soluções eficazes e duradouras para os problemas de saúde mais graves e crônicos que afetam a saúde da população do estado do Rio de Janeiro e também do Brasil", disse.

Fonte: Site FAPERJ (Adaptada)

Clique aqui para mais informações

------------------------------------------

A FAPERJ lançou o edital Apoio a Redes de Pesquisa em Saúde no Estado do Rio de Janeiro, com previsão de um investimento total de R$ 60 milhões. O objetivo é propor soluções que integrem pesquisa básica, pré-clínica e clínica nas áreas de doenças emergentes e reemergentes, doenças crônicas não transmissíveis e adição a drogas, permitindo a formação de Redes de Pesquisa voltadas para os principais problemas de saúde da população fluminense. Segundo a diretora Científica da FAPERJ, Eliete Bouskela, "este edital tem um aspecto original de abordar um dos temas mais prementes para a saúde pública no estado e no país, a adição a drogas".

O período inicial para a submissão de propostas, que terminava no dia 26 de setembro, foi prorrogado para o dia 10 de outubro.

Fonte: Site FAPERJ (Adaptada)

Clique aqui para mais informações



 em 08/11/2019

Última atualização em 08/11/2019